PUBLICIDADE
Região

Detran vai reativar lombadas eletrônicas em Dourados

| DOURADOSAGORA/VALéRIA ARAúJO


A partir de abril, as lombadas eletrônicas de Dourados voltam a funcionar. A previsão é do diretor-executivo do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) de Mato Grosso do Sul, coronel Francisco Libório Silvério. Ao todo serão instaladas 84 lombadas distribuídas entre as cidades de Dourados, Campo Grande, Sidrolândia, Ponta Porã, Corumbá, Rio Brilhante, Maracajú, Jardim, Bonito, Ladário, Três Lagoas e Aquidauana.


A reativação das lombadas no Estado não deveria passar de fevereiro de 2006, mas o processo licitatório, aberto em dezembro de 2005, emperrou com uma disputa judicial entre três empresas. Em 2007, a diretoria do Detran resolveu abrir uma nova concorrência para não prejudicar a segurança nas cidades e rodovias que cortam bairros.


A implementação dos aparelhos ocorre mediante um convênio entre as Prefeituras e o Detran, cuja licitação foi ganha pela empresa Via Perksons.
Em Dourados há 50 lombadas desativadas, implantadas em 22 pontos. A manutenção em 2005 saía por R$ 2.8 mil, totalizando R$ 61.6 mil que, em parte, era recuperado com o dinheiro pago pelas multas.

SUPER GUARDAS

A partir de abril, o Detran também pretende reativar as vans-blitz em todas as cidades do Estado. De acordo com Libório, a princípio serão disponibilizados cinco veículos. O sistema, apelidado de "Super Guarda", foi testado por 60 dias entre em junho e julho de 2007 em Campo Grande, Dourados e Três Lagoas e segundo o coronel, obteve resultados positivos no combate a inadimplência que já chega na casa dos 30% no Estado.

Libório afirma que da frota de 800 mil veículos no Estado, mais de 240 mil veículos estão com documentação irregular. "A leitura óptica do sistema identifica através da placa, todo o histórico do veículo; se for produto de furto, roubo, e dentre outras informações faz o rastreamento dos veículos com débito de licenciamento durante as blitzes eletrônicas no trânsito", explica.

O principal objetivo da ativação dos serviços, segundo o coronel Libório, é diminuir os índices de acidentes e mortes no trânsito. Conforme a estatística do Detran, divulgada esta semana pelo Douradosagora, durante todo o ano passado o Departamento registrou em Dourados 2.573 acidentes, contra 2.279 em 2007. Quase 13% a mais.

No entanto, o ponto positivo da estatística, é que houve menos mortes. Dos 2.573 acidentes foram 40 vítimas fatais, contra 56 do mesmo período em 2007. No ano passado 13 mortes ocorreram no local do fato e 27 em hospitais. A estatística revela ainda que 25 dos acidentes que resultaram em mortes ocorreram na zona urbana e 15 na zona rural.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE