PUBLICIDADE
Caarapó

Luxemburgo é condenado por ofensas a Marcelinho Carioca

| LANCE


O meia Marcelinho Carioca obteve vitória na Justiça contra o atual técnico do Palmeiras, Vanderlei Luxemburgo, que foi condenado a pagar uma indenização de R$ 76 mil por ter ofendido o atleta no programa "Por dentro da bola", da Band, em janeiro de 2007.


Na ocasião, o jogador trabalhava como comentarista da emissora de TV. A decisão, em primeira instância, foi publicada hoje no Diário Oficial.


O treinador disse na oportunidade que Marcelinho "não vale nada". Marcelinho retrucou que quem não valia nada é Luxemburgo. O clima esquentou.


Vanderlei classificou Marcelinho de "moleque", "mentiroso" e "safado", além de ter afirmado que já precisou "tirar mulheres do quarto" do ex-jogador, que, segundo ele, "usa religião como fachada". O apresentador José Luiz Datena interrompeu a briga em tom de pilhéria. "Tem aquele negócio de gongo aí?"


Marcelinho comemorou a vitória nos tribunais. "Fiquei satisfeito com essa decisão. Dinheiro nenhum vai fazer com que sejam reparadas as ofensas que recebi naquele dia em rede nacional, mas o processo foi uma forma de evitar que aquele episódio lamentável se repita comigo ou com outra pessoa", afirmou o atleta em nota publicada por sua assessoria.


"Não considero Luxemburgo um inimigo, mas o que ele fez foi grave. Cada um que siga seu trabalho, sua vida, mas acredito que a justiça está sendo feita", finalizou.
 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE