PUBLICIDADE
Caarapó

Embalagem de crack estoura e mata jovem de overdose


Uma jovem de 22 anos morreu de overdose de crack, após a embalagem da droga, que estava em suas partes íntimas, se romper e o entorpercente atingir a corrente sanguínea dela.


O Hospital das Clínicas da Universidade Estadual Paulista (Unesp) de Botucatu, no interior de São Paulo, onde a moça estava internada, confirmou a morte nesta segunda-feira (26).


A jovem morreu na manhã de ontem e foi enterrada em Caieiras, na Grande São Paulo. Na noite da sexta-feira (23), ela estava em um ônibus rodoviário quando começou a passar mal. Ela foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e levada ao hospital da Unesp.


Médicos e enfermeiros encontraram 165 gramas de crack introduzidos nas partes íntimas da garota. A droga estava envolvida em um preservativo masculino que se rompeu e a droga atingiu a corrente sanguínea da jovem provocando a morte por parada cardiorrespiratória.
 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE