PUBLICIDADE
Caarapó

Conselho da comunidade de Caarapó entrega decibelímetro à PM

O Conselho da Comunidade, por meio do Ministério Público da Comarca de Caarapó adquiriu, através do Juizado de Pequenas Causas, um decibelímetro.

| CAARAPONEWS


Por André Nezzi e Silmara Diniz

O Conselho da Comunidade, por meio do Ministério Público da Comarca de Caarapó adquiriu, através do Juizado de Pequenas Causas, um decibelímetro, aparelho utilizado para medir a quantidade de decibéis emitidos pelo som automotivo. O aparelho doado ao Conselho da Comunidade foi repassado à Polícia Militar local durante reunião realizada na tarde de ontem, segunda-feira (26), no prédio do MP.
  Para o Sargento da PM Pedro Rocha, o decibelímetro será de suma importância para o trabalho da Polícia, que poderá obter provas concretas no caso de abuso do volume do som, o que antes necessitava de prova testemunhal.
  De acordo com o presidente do Conselho da Comunidade, Gilberto Francisco de Carvalho, a intenção ao utilizar o aparelho na fiscalização é de cobrar medidas para resolução do problema quanto ao barulho excessivo em alguns locais, principalmente nos finais de semana, em que o som alto prevalece no centro de Caarapó. Segundo Gilberto, não existe mais a possibilidade do punido reclamar de que não havia prova se não era medido o volume abusivo.
  Na oportunidade, o Conselho da Comunidade foi representado pelo advogado Gilberto Francisco de Carvalho (presidente), Agostinho Cardoso Filho (1º secretário), Alainara dos Santos (2ª secretária) e Irene dos Santos (assistente social). O tesoureiro Pastor Moisés Morais não pode comparecer por motivos particulares.
  Ainda na ocasião, se fizeram presentes Odilson Bandeira, representando o Conselho de Segurança do Município e o Sargento da Polícia Militar Pedro Rocha, além dos promotores Cláudio Rogério Ferreira Gomes e Fabrícia Barbosa Lima, representantes do Ministério Público e principais idealizadores da aquisição do aparelho.

Normas do decibelímetro - A ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) regulamenta o nível de decibéis em ambientes externos de acordo com o horário e os locais. No período diurno o nível é de 50 decibéis em áreas estritamente residenciais urbanas, hospitais e escolas e à noite a regra é de 45 decibéis. Nas áreas predominantemente residenciais os níveis são de 55 decibéis de dia e 50 à noite. Próximo ao comércio os limites são de 65 decibéis durante o dia e 55 no período noturno.  

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE