PUBLICIDADE
Região

Índios voltam a abater gado em Coronel Sapucaia

| A GAZETA


A notícia que tem se repetido frequentemente na imprensa regional e que vem tirando o sossego e causando enormes prejuízos aos produtores rurais, o abate de gado praticado por indígenas residentes na Aldeia Taquapery, voltou a se repetir nesse final de semana em Coronel Sapucaia.


O abate desta vez aconteceu na noite de sábado (24) para domingo, na Fazenda Sanga Preta, distante cerca de 8 quilômetros da reserva indígena.


Durante o ataque ao rebanho da propriedade rural, que pertence a um empresário e produtor rural de Amambai, os indígenas cortaram cercas de arame fazendo o gado se espalhar e abateram uma novilha de aproximadamente doze arrobas.


Após abaterem o animal, os ladrões “carnearam” a rês ainda no pasto, levando a carne mais nobre e deixando o resto da carcaça no local onde ocorreu o abate.


Carne pode estar sendo comercializada


Informações repassadas pelos próprios indígenas aos produtores rurais indicariam que a carne dos animais abatidos nas fazendas vizinhas a Aldeia Taquapery não seriam exclusivamente para consumo dos próprios indígenas, mas estariam sendo comercializadas na própria aldeia ou até mesmo na cidade em Coronel Sapucaia.


As informações também indicam que pequenos grupos de índios seriam os responsáveis pelos abates e já praticariam a ação criminosa sob encomenda, já com os receptadores esperando a carne para ser adquirida.  


Produtores culpam Funai e o Estado pelos crimes


Cansados de arcarem com os prejuízos e não verem nenhuma ação dos órgãos competentes para conter os furtos de gado, os produtores rurais da região culpam a Funai (Fundação Nacional do Índio) e o Governo do Estado pelas freqüentes ações criminosas.


A Funai, órgão federal responsável pela tutela do índio no Brasil, tem todas as informações cobre o problema, mas não toma nenhuma atitude para tentar coibir a ação dos indígenas. Já o Governo do Estado, segundo os produtores, não oferece estrutura e condições para a polícia investigar e combater os crimes.


Na Delegacia de Polícia Civil de Coronel Sapucaia, onde dezenas de boletins de ocorrência relatando abates de gado em fazendas da região circunvizinha a Aldeia Taquapery já foram registrados só nos últimos meses, o único delegado não dispõe de efetivo e equipamento para designar uma equipe para atuar diretamente nas investigações e descobrir as autorias dos abates, que sem punição, abrem caminho para novas ações criminosas dessa natureza.


Produtores desestimulados


Cansados de arcarem com prejuízos com os animais abatidos pelos indígenas, muitos produtores rurais da região já pensam em mudar de atividade, abandonando a pecuária e arrendando as terras para a implantação de lavouras.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE