PUBLICIDADE
Geral

Mulher morre após fazer lipoaspiração


Regiane Aparecida Bauer Lopes, de 27 anos, morreu na manhã deste sábado (31) em uma clínica da Zona Leste de São Paulo após se submeter a uma lipoaspiração. De acordo com uma prima dela, identificada apenas como Pamela, os médicos tentaram reanimar a paciente entre 10h45 e 11h30. A Secretaria da Segurança Pública confirmou a informação e disse que a vítima teve uma parada cardiorrespiratória.


Pamela reclamou do atendimento que teria sido dispensado à paciente. “A clínica parece um consultório médico. Ninguém sabe dizer nada, não tem UTI e nem aparelhagem”. De acordo com ela, a lipoaspiração seria feita na região da barriga e a família não estava sabendo do procedimento. “Ela fez escondida, não avisou ninguém”, afirmou a prima da vítima, que teria um filho de 12 anos.
 

 

Procurada, a clínica do bairro Jardim Santa Adélia não forneceu qualquer informação sobre o caso. Uma funcionária disse, por telefone, que não estava autorizada a passar qualquer dado e que não havia responsável naquele momento para fazer isso.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE