PUBLICIDADE
Ponta Porã

Dois são mortos na linha internacional

| DOURADOSAGORA


Pistoleiros executaram dois homens na linha internacional que divide Brasil do Paraguai. Ambos são moradores no bairro São Domingues em Ponta Porã. O crime aconteceu na tarde desta querta-feira às 14h30.



De acordo com informações policiais morreram Ricardo Velasques Arce, de 35 anos, conhecido como "Cicatriz" e o auxiliar de mecânico Max da Silva, de 18 anos. De acordo com a perícia técnica Ricardo foi executado com 25 tiros de pistola calibre 9 milímetros. A outra vítima foi assassinada com 17 tiros de calibre 7.65. Ambos foram atingidos com disparos na cabeça e tórax.


 
De acordo com a polícia, o alvo dos pistoleiros seria Ricardo. Ele foi um dos dois únicos sobreviventes de um atentado que matou outras três pessoas num bar em Ponta Porã, no último dia 4. Na ocasião ele também seria o alvo dos bandidos, mas conseguiu fugir.



Segundo a polúcia, Max foi morto por engano. Ele estaria trabalhando quando o cliente Ricardo pediu para que ele o acompanhasse até o Paraguai. O objetivo do trajeto seria a compra de peças para o carro de Ricardo que apresentava problemas mecânicos.



As vítimas ocupavam um veículo Parati, acompanhados de duas crianças e ao chegarem em frente a loja de peças foram abordados pelos assassinos; dois homens que ocupavam uma motocicleta. Os corpos dos brasileiros foram encaminhados para o Instituto Médico Legal de Pedro Juan Cabalero e deve ser transladado para a cidade de Ponta Porã. As duas crianças que estavam no interior do veículo nada sofreram. De acordo com a polícia, cerca de 42 tiros foram disparados contra as vítimas.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE