PUBLICIDADE
Agronegocios

Venda da Coagri foi adiada para fevereiro

| CONJUNTURA


Foi adiado para a fevereiro a venda da Coagri (Cooperativa Agrícola e Industrial). Segundo o presidente da cooperativa, Nivaldo Krüger, informou que “não houve tempo hábil para discutir algumas questões”. 

    
Essas questões estão ligadas a algumas dividas que somam R$ 240 milhões, basicamente devida a credores como instituições financeiras. A transação está em torno de R$ 100 milhões, e que for o novo detentor terá que rescindir o contrato de 300 trabalhadores e só depois, cerca de 70% a 80% deverão ser recontratados.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE