PUBLICIDADE
Caarapó

Trecho “liso” da BR-163 gera muitos acidentes

O trecho da BR-163 entre Caarapó e Dourados está entre os mais perigosos para os motoristas em dias de chuva.

| DOURADOSINFORMA


O trecho da BR-163 em Dourados entre a Embrapa e o Posto da Capela está entre os mais perigosos para os motoristas em dias de chuva. A pista, depois de recapeada no ano passado pelo Denit, ficou mais lisa e a qualquer garoa o asfalto fica bastante escorregadio.


Anteontem uma carreta fez um “L” ao deslizar na pista e a chuva recém tinha caído no local. O motorista da carreta, Marcílio Lino da Silva, 49, reclamou da pista escorregadia e disse que não teve como evitar o acidente que, felizmente, só causou danos materiais. Mas vinham veículos atrás e no sentido contrário. Ele caiu no barrando do lado direito, numa depressão de aproximadamente dois metros.


Ontem à noite um automóvel capotou nesse mesmo local.


Um patrulheiro contou que a pista é perigosa no trecho de Dourados até Mundo Novo e que a PRF já comunicou esse problema ao Denit, mas até agora não se fez nada na pista para diminuir esse risco.
Não há uma estatística específica do número de acidentes nesse trecho, mas no local já ocorreram acidentes envolvendo viaturas da própria PRF, com ônibus transportando trabalhadores rurais, capotamento de uma caminhonete com vítima fatal cujo motorista morava em Aquidauana, entre vários outros.


Até mesmo em baixa velocidade sob chuva o risco de deslizamento é grande.


Junto ao departamento de comunicação da PRF, a redação do douradosinforma não obteve estatísticas fragmentadas do local e nem a confirmação sobre o ofício ao Denit.


O número de acidentes registrados nas rodovias federais de MS de janeiro de 2008 até esta data é de 2.817, com 184 mortos, 2.139 feridos e um total de 2.323 vítimas. Por MS passam as BRs 163, 262, 267, 060 e 419.


 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE