PUBLICIDADE
Geral

Falso instrutor é flagrado dando aula no pátio do Detran

| CAMPO GRANDE NEWS


Um funcionário da auto-escola Grand Prix, foi flagrado na manhã desta sexta-feira no pátio do Detran/MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul), em Campo Grande,  ministrando aula sem ser habilitado como instrutor.


Segundo o presidente do sindicato dos instrutores Paulo Benites, Edivaldo da Silva Ferreira dava aulas de moto e fugiu quando foi solicitada a credencial. "Ele disse que estava sem a documentação e que iria buscá-la. Abandonou a aluna no local e fugiu", contou.


Ele foi encontrado minutos depois e detido pela Polícia Militar que foi acionada. “Ele vai ser denunciado à corregedoria do Detran por exercício ilegal da profissão”, explicou Benites.


A auto-escola Grand Prix é de propriedade do presidente da associação das auto-escolas, Vagner Prado. Procurado pelo Campo Grande News, Vagner confirmou que Edivaldo é seu funcionário e desmintiu a informação dele não ser credenciado.


Segundo o diretor, Edivaldo já concluiu o curso de instrutor e atua como estágiario até que sua documentação seja liberada. “Ele estava acompanhado por outro instrutor que se ausentou do local no momento da abordagem”, justificou.


Prejuízo - A aluna se preparava para fazer o exame quando o fato ocorreu. Ela perdeu o direito de fazer a prova e terá que refazer todas as aulas práticas.


A motocicleta usada para as aulas, uma Yahama YBR vermelha com placa HSR-1674, de Campo Grande, também foi apreendida por não possuir condições adequadas para uso.


O representante dos instrutores denuncia que a ação como a flagrada hoje é comum no pátio do Detran e culpou o órgão pela falta de fiscalização. “A culpa é do Detran que não pede as credenciais dos instrutores e não fiscaliza os veículos usados pelas auto-escolas”, protesta.


Vagner Prado também pode ser penalizado e perder a licença de exercer a função de diretor de auto-escola.
 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE