PUBLICIDADE
Caarapó

Júri popular condena irmãos acusados de matar João Morel

| A GAZETA


Um júri popular condenou, nesta sexta-feira, em Amambai (351 km de Campo Grande), os irmãos Lucines Miranda Rocha, de 34 anos, e Fernando Miranda Rocha, de 36. Eles são acusados do assassinato, em 1996, de José Ramão Morel, na época com 22 anos.


Lucines foi condenado a 10 anos de prisão pelo assassinato de José Ramão Morel e mais a 1 ano e oito meses por ferir Rosalina Valério.


Já Fernando Miranda Rocha, o “Carioca”, foi condenado a 8 anos de prisão. Ele poderá recorrer da decisão em liberdade.


A polícia apurou, na época, que Lucines Rocha, conhecido como “Neguinho”, foi o autor dos disparos que mataram José Morel e atingiram a mulher. Fernando Rocha, o “Carioca”, participou do crime atacando José com golpes de faca.


Lucines Miranda Rocha já está preso, conforme o site A Gazeta News. Ele cumpre pena por outro assassinato: de Ramão Ribeiro Flores, crime ocorrido em 2001, em Amambai.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE