PUBLICIDADE
Caarapó

Adolescentes ateiam fogo em morador de rua em Belo Horizonte

| FOLHA


Dois adolescentes, um de 13 e outro de 14 anos, atearam fogo em um morador de rua de Belo Horizonte (MG) na madrugada deste domingo. A ação foi flagrada por uma câmera de monitoramento da Polícia Militar.

Regivaldo dos Santos, 40, sofreu queimaduras de primeiro e segundo graus em 20% do corpo e permanecia até o início da noite deste domingo em observação no pronto-socorro do hospital João 23, para onde foi levado pela Polícia Militar por volta da 1h50.
 

Os ferimentos atingiram principalmente o braço direito e o tórax, mas o homem não corre risco de morte, de acordo com a assessoria do hospital. Ele informou aos médicos que é do Rio Grande do Norte.
 

Segundo a polícia, funcionários de um posto de combustível próximo ao local da agressão ajudaram a apagar o fogo no corpo de Santos. O fato ocorreu no bairro Bonfim (região noroeste de BH).
 

Os adolescentes também eram moradores de rua, segundo a polícia, e foram detidos pouco depois da ação.
 

Segundo o juiz da infância e da juventude José Honório de Rezende, os dois confirmaram que atearam fogo em Santos com auxílio de álcool enquanto ele dormia.
 

Eles relataram que queriam se vingar do morador de rua porque ele teria agredido os dois com pauladas depois que os adolescentes negaram um cigarro a ele horas antes.
 

Os dois estão no Centro de Acautelamento Provisório e esperam uma decisão da Justiça. A medida socioeducativa que os adolescentes devem cumprir sairá em cerca de 45 dias, segundo o juiz.
 

Ambos já tinham envolvimento em outros atos infracionais graves. A situação dos adolescentes é de "muita fragilidade", segundo o juiz. Um deles chegou a ser internado para cumprir medida socioeducativa.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE