PUBLICIDADE
Caarapó

Preso índio acusado de atear fogo na cunhada em Caarapó

Em uma ação conjunta as polícias Civil e Militar de Caarapó prenderam, nesse sábado, por tentativa de homicídio, o indígena Lídio Isnardi.

| POLICIA CIVIL/CAARAPONEWS


 Em uma ação conjunta as polícias Civil e Militar de Caarapó prenderam, nesse sábado, por tentativa de homicídio, o indígena Lídio Isnardi.

Ele é acusado de ter jogado álcool e ateado fogo na própria cunhada, uma adolescente de 18 anos, fato ocorrido na noite dessa sexta-feira, 13, em Caarapó.

 A vítima, Nicozalia Vieira, que estava gestante de dois meses, sofreu queimaduras de primeiro e segundo grau em 40% do corpo e está internada.Lídio Isnardi foi preso no interior da Aldeia Guyraroca, situada às margens da estrada vicinal que liga Caarapó a Fátima do Sul, a cerca de 31 quilômetros da cidade em Caarapó.

 Ele foi levado para a Delegacia de Polícia Civil de Caarapó onde foi autuado em flagrante por tentativa de homicídio e está preso na cadeia pública local à disposição da Justiça.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE