PUBLICIDADE
Política

PDT sugere que quer continuar aliado a André em 2010

| MIDIAMAX


Os quatro deputados do PDT - Ary Rigo, Onevan de Matos, Antonio Braga e Coronel Ivan - e o deputado federal Dagoberto Nogueira, estão reunidos nesse momento na sala de Rigo, na Assembléia, para discutirem entre outros temas, a escolha da liderança do partido, a distribuição dos cargos nas comissões permanentes, e tirar uma posição sobre a sucessão estadual. A primeira nota divulgada pela assessoria do PDT sugere que o encaminhamento é de continuar na base de sustentação de André Puccinelli (PMDB).

"O PDT faz parte da base aliada desde o início deste governo e sabemos que este é um momento determinante para que a gente encaminhe bem estes dois últimos anos da gestão do governador", disse Rigo, que preside o partido. Em nível nacional tanto o PDT quanto o PMDB são aliados do PT e podem manter o apoio a um provável candidato petista à sucessão de Lula. Mas no Estado, a tendência indicada pelos pedetistas é de que se alinhem a André, contrariando as pretensões do ex-governador Zeca do PT, de ter os antigos aliados em seu palanque.

Os também discutem os encaminhamentos do diretório nacional. Entre outros assuntos, existe a solicitação de que os diretórios estaduais se organizem e se mobilizem dentro do calendário estabelecido. De acordo com documento encaminhado pelo secretário nacional do partido, Manoel Dias, o objetivo é "dinamizar a organização partidária e preparar o partido para as eleições de 2010".

iniciaCorpo("15;12;16;13;17;14;18;15");

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE