PUBLICIDADE
Policial

Brasileiro que havia matado 40 no Paraguai é executado na fronteira

| DOURADOSNEWS


Na manhã de ontem foi encontrado o corpo do brasileiro Wesley Borges de Castro, acusado de crimes de pistolagem no Paraguai e que já teria matado mais de 40 pessoas. O cadáver da vitima estava estendido na capa asfáltica de uma rua da cidade de Hernandarias no país vizinho.

Segundo a polícia, o pistoleiro atuava ultimamente na região sul do Paraguai, principalmente para traficantes da região. O cadáver de Wesley foi encontrado por pessoas que passaram pelo local, na Avenida Peru de Hernandarias, há 150 metros da Supercarretera Itaipu, caminho ao bairro Don Bosco de Ciudad Del Este.

A polícia chegou ao local depois de uma denúncia anônima, encontrando o cadáver estendido na capa asfáltica com algemas nos pulsos e com dois buracos de bala 9mm na cabeça.
Para a Polícia a possível causa da norte do pistoleiro de aluguel seria um caso de roubo de uma carga de 260 kilos de cocaína – por parte de um grupo de marginais que há  22 dias atrás, montaram uma falsa barreira policial na localidade de Parque Guayakí, distrito de Caaguazú.

Na oportunidade, os marginais seqüestraram a droga que pertence a um traficante identificado como "Patrón", cujos demais dados não se conhece. O carregamento de 260 kg de cocaina se encontrava no interior de um veículo da marca Jeep, tipo Grand Cherokee.

Supostamente "Patrón", ofereceu uma recompensa de 350.000 dólares para a pessoa que localize aos ladrões e devolvessem a "mercadoria", para depois contratar um matador de aluguel e assassinar a todos e esse matador seria Wesley, traído por "Pátron".


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE