PUBLICIDADE
Caarapó

Guerra de funerárias causa a segunda morte

| CAMPO GRANDE NEWS


O empresário João Alberto Fontana foi assassinado na noite dessa segunda-feira, em São Gabriel do Oeste, cidade que fica a 149 quilômetros ao norte de Campo Grande. Ele era acusado de matar Marcelo Martins Biano, de 37 anos, em junho do ano passado.
 

Fontana também é acusado de ter tentado matar o secretário de obras da cidade na época, Dirceu Guedin e Renato Mafissoni.

 

Na época, ele era dono da funerária do município e matou Marcelo, que era administrador do cemitério da cidade. O motivo, é que ele acreditava que Marcelo, Dirceu e Renato, estavam juntos para levar mais uma funerária para o município.


Fontana foi morto quando atendia um casal no restaurante dele. O autor o abordou por trás, segurou o braço dele, o virou em direção a porta e atirou. Ele foi morto com um único tiro.
 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE