PUBLICIDADE
Caarapó

MS: Rapaz mata o pai a facadas e se entrega à polícia

| MIDIAMAX


Uma tragédia abalou os moradores da Vila Aimoré, na região Sul de Campo Grande, nesta sexta-feira (20). Osmar Oliveira, 35 anos, matou o pai, Jamil Oliveira, 60 anos, a facadas. Foram pelo menos sete perfurações, no peito e barriga. A vítima não teve chance de se defender, estava dormindo quando foi atacada. A morte foi instantânea.
 

Osmar mandou avisar a irmã, que mora próximo, e aguardou a chegada da Polícia no portão da casa. Nem pensou em fugir ou resistir à prisão, foi levado rapidamente por um camburão da Polícia Militar para o 5º Distrito Policial, na Vila Piratininga, antes que a vizinhança tomasse conhecimento do ocorrido. Havia risco de linchamento.
 

Não há o que explique a morte. Os vizinhos dizem, apenas, que pai e filho discutiam muito. Jamil reclamava que Osmar não trabalhava. Mas ninguém soube de briga mais séria entre os dois, tampouco se o rapaz estivesse sob efeito de droga ou álcool.
 

A arma que Osmar usou para matar o pai é uma faca de cozinha, grande, dessas que se utilizam no preparo de churrasco. No momento do crime estavam só pai e filho em casa. Jamil era eletricista, mas hoje não foi para a oficina trabalhar. Instantes antes de morrer, havia pedido a um neto, de 13 anos, para buscar refrigerante em uma venda próxima. Nesse intervalo de tempo o crime aconteceu.
 

A esposa, evangélica, estava na igreja no momento. O casal vivia em uma casa simples, mas ampla, embora ainda não acabada, com outros quatro filhos: duas moças e dois rapazes. Entre eles Osmar. Outra filha, casada, mora próximo dali.
 

O crime deixou a família desolada e os vizinhos em estado de choque. Todos evitam fazer comentários, pelo inesperado do ocorrido.

iniciaCorpo("15;12;16;13;17;14;18;15");


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE