PUBLICIDADE
Caarapó

Criança morre após ser violentada em SP; padrasto é suspeito

| TERRA


A polícia investiga a morte de uma menina de 3 anos que apresentava sinais de abuso sexual e agressão. Laiza Santos Caetano morreu após sofrer uma parada cardiorrespiratória na última terça-feira no Hospital Municipal Dr. Arthur Ribeiro Saboya, em Amaricanópolis, zona sul de São Paulo. O padrasto é averigüado pelo crime e, em consulta, foi constatado que ele é procurado da Justiça.


Segundo o boletim de ocorrência, a madrinha de Laiza, uma cobradora de 36 anos, foi avisada por um funcionário do hospital que a criança havia morrido no local. A mulher contou que a criança estava na casa dela até aproximadamente 22h de segunda-feira, quando o padrasto e a mãe da menina foram buscá-la.


Pela manhã de terça-feira, Laiza foi levada ao hospital com parada cardiorrespiratória e diversos hematomas espalhados pelo corpo e, após receber os primeiros socorros, não resistiu e acabou morrendo.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE