PUBLICIDADE
Caarapó

Criador do Chaves e Chapolin completa 80 anos

| FOLHA ON-LINE


O ator, produtor, roteirista e escritor mexicano Roberto Gómez Bolaños, que dava vida aos personagens Chaves e Chapolin em seriados, completou 80 anos neste sábado (21) com a satisfação de ter criado alguns dos personagens mais famosos da televisão latina.


A idade não o impede de seguir ativo, presidindo uma fundação que apoia crianças pobres no México. Além disso, ele mantém vários projetos, como a etapa final de três livros, um deles sobre futebol.

Bolaños concluiu recentemente uma viagem pela América Latina com sua popular peça de teatro "11 y 12" e atualmente se dedica a escrever. Até agora, Bolaños havia publicado outros três livros, entre eles "Poemas e um pouco mais", e, em 2007, sua autobiografia "Sem querer querendo".


Para seus novos projetos, Bolaños --que estudou engenharia mas nunca exerceu a profissão-- planeja lançar um livro sobre história universal, um ensaio sobre o riso e outro sobre futebol, sua grande paixão.


"Eu o vejo tão lúcido, tão animado, tão cheio de projetos. Tem livros que está terminando, três diferentes, e um roteiro que está fazendo para o filme de 'O Chapolim'", disse à Reuters Beatriz León, chefe de relações públicas do comediante.


Casado com Florinda Meza García Bolaños, que interpretava a Dona Florinda --mãe de Quico, no seriado "Chaves"--, o comediante comemorou seu aniversário em almoço com seus seis filhos e a mulher.


Chaves, que vivia dentro de um barril em um vila, foi criado em 1970 e passou a ser transmitido no Brasil na década seguinte, junto com o Chapolim Colorado, desastrado super-herói. Até hoje as séries são exibidas no Brasil, pelo SBT.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE