PUBLICIDADE
Caarapó

Dia do Trabalho em Caarapó será comemorado com Minimaratona

O Departamento de Esportes da Prefeitura de Caarapó vai realizar a 5ª Minimaratona do Trabalhador no próximo dia 1° de maio. O percurso será de 6 quilômetros, com saída defronte ao paço municipal, às 8h.

| CAARAPONEWS


 As comemorações do Dia do Trabalho em Caarapó estão sendo aguardadas com muita expectativa. A prefeitura, através do Departamento de Esportes, realizará no dia 1° de maio a 5ª Minimaratona do Trabalhador. A competição, que vem se consolidando a cada ano, terá o percurso de 6 quilômetros.

 Segundo o chefe do Departamento de Esportes, Alex Elias, a competição tem o objetivo de proporcionar aos atletas momentos de confraternização e integração social, sendo ainda uma forma de oferecer oportunidade de participação aos adeptos dessa modalidade esportiva.

 A Minimaratona do Trabalhador vai premiar com bicicletas o primeiro colocado de cada faixa etária, nas categorias masculina (12 a 16 anos, 17 a 30, 31 a 40, 41 a 50 e 51 anos acima) e feminina (12 a 30 anos e 31 anos acima). A largada será às 8 horas da manhã defronte a Praça Central.

 As inscrições poderão ser feitas no Departamento de Esporte, das 7 às 11 e das 13 às 17 horas, ou momentos antes da largada. Segundo página da enciclopédia livre Wikipedia, o Dia Mundial do Trabalho foi criado após uma manifestação de trabalhadores no dia 1 de Maio de 1886 nas ruas de Chicago, Estados Unidos da América, e tinha como finalidade reivindicar a redução da jornada de trabalho para 8 horas diárias, e teve a participação de centenas de milhares de pessoas. Nesse dia teve início uma greve geral nos EUA.

 No dia 3 de maio houve um pequeno levantamento que acabou com uma escaramuça com a polícia e com a morte de alguns protestantes. No Brasil, as comemorações do 1º de maio também estão relacionadas à luta pela redução da jornada de trabalho.

 A primeira celebração da data de que se tem registro ocorreu em Santos, em 1895, por iniciativa do Centro Socialista, entidade fundada em 1889 por militantes políticos como Silvério Fontes, Sóter Araújo e Carlos Escobar. A data foi consolidada como o Dia dos Trabalhadores em 1925, quando o presidente Artur Bernardes baixou um decreto instituindo o 1º de maio como feriado nacional. (Dilermano Alves)


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE