PUBLICIDADE
Geral

Jovem de MS é preso na Argentina por forjar sequestro

| CAMPO GRANDE NEWS


O estudante de Medicina, Bruno Santos dos Santos, foi preso na quarta-feira na Argentina depois de simular o próprio seqüestro.


O rapaz é sul-mato-grossense e está há 3 meses em Buenos Aires. A Polícia argentina confirmou hoje que o jovem é de Campo Grande, após a imprensa nacional ter divulgado que o estudante havia saído do Mato Grosso.


Um tio de Bruno foi a Buenos Aires para pagar o resgate e, aconselhado pelo vice-cônsul brasileiro, comunicou o caso à autoridades argentinas. Os policiais então começaram a acompanhar o caso, e no dia do pagamento flagraram o estudante em uma agência do Banco do Brasil, quando junto com 2 amigos tentava sacar o dinheiro.


O valor também diverge, alguns jornais falam em R$ 10 mil, mas o principal periódico da Argentina, o La Nacion, fala em 100 mil dólares.


O seqüestro foi anunciado à família na sexta-feira passada, por telefone. Na página do jovem na internet, ele aparece sempre rodeado de amigos, em Campo Grande e Buenos Aires, e com ar bem-humorado.


Bruno, de 25 anos, está preso na Divisão Antisequestros de Buenos Aires, junto com dois cúmplices, um uruguaio, de 32 anos, e um argentino, de 30 anos.


O pai de Bruno também seria médico, segundo apurou o La Nacion, mas em Mato Grosso do Sul a Polícia Federal não confirma qualquer das informações repassadas pelos argentinos.


À Polícia, Bruno disse que houve uma confusão. Contou que resolveu ligar ao Brasil para pedir dinheiro porque estava endividado.
 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE