PUBLICIDADE
Política

Prefeito reeleito de Rochedo é cassado em 1ª instância

| MIDIAMAX


 

O juiz Alesxandro Motta, da comarca de Rio Negro (que atende a cidade de Rochedo), cassou a candidatura à reeleição do prefeito Adão Pedro Arantes, do PDT, acusado pela coligação adversária de doação ilegal de material de construção e terrenos. Segundo o advogado da coligação Amor Trabalho e Fé, Valeriano Fontoura, o juiz determinou a posse de seu cliente, João Cordeiro (PMDB), e multou o prefeito Adão Pedro em 50 mil Uferms (Unidade Fiscal de Referência), que perfaz mais de R$ 700 mil.

A acusação contra o prefeito é de que ele teria doado material de construção para vários eleitores, e também terrenos. O juiz acatou as provas e sentenciou a cassação da candidatura. A ação foi impetrada no fim de outubro, depois das eleições, e a decisão foi proferida ontem (27) e será publicada só na segunda-feira. Após ser notificado, o prefeito tem prazo para recorrer.

iniciaCorpo("15;12;16;13;17;14;18;15");

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE