PUBLICIDADE
Caarapó

Técnicas de Caarapó participam de capacitação na capital

Palestrantes e técnicas discutem assuntos sobre Violência Contra Mulher

| CAARAPONEWS


Por Dilermano Alves


Com o objetivo de capacitar seus profissionais, na perspectiva de fortalecer cada vez mais o atendimento no município, técnicas do Centro de Referência Especializado da Assistência Social (CREAS), ligado à Secretaria de Ação Social participaram de uma capacitação que teve como tema “Gênero e Violência Contra Mulher”. O evento aconteceu nos dias 19 e 20 do mês passado em Campo Grande.
 

  A capacitação teve como palestrantes Roberta Rocha Schultz, Thays de Souza Nogueira e Dalila Baldutti, todas de Campo Grande. Representando o município de Caarapó, participaram do evento as assistentes sociais, Luciene Cavalheiri e Regiane Alves além da pedagoga, Cleuza Soares.
    De acordo com a coordenadora Especial de Política Pública para a Mulher, Carla Charbel, há diferentes formas de violência nas quais as mulheres são as principais vítimas, e cabe ao Poder Público promover mecanismos que possibilitem o enfrentamento a essa prática, preparando seus agentes para compreender a complexidade desta forma de violência e oferecendo um atendimento eficaz e eficiente às mulheres que necessitam de apoio para superar esta condição.
    Segundo Regiane, o projeto “Capacitando para o Enfrentamento à Violência Contra Mulher” é uma iniciativa do Governo no Estado de Mato Grosso do Sul, que por meio da Coordenadoria Especial de Políticas para as Mulheres, da Presidência da República, visa contribuir na compreensão de aspectos fundamentais históricas e relações desiguais entre homens e mulheres e que devem ser superadas ao fim de alcançar uma sociedade mais justa e igualitária para todos e todas.
    Para a secretária de Ação Social, Évinei Arce da Silva  Oliveira, é importante ressaltar que a violência permeia qualquer nível social, seja ela qual for precisa ser denunciada. Para isso o CREAS tem realizado atendimento que visa a Garantia de Direitos da Mulher, mas não se restringindo apenas grupo.
    Arce acrescentou que desde 2008 o Centro de Referência Especializado da Assistência Social, vem efetuando atendimentos a grupos específicos, assegurando assim o atendimento ao individuo vítima de violência como: violência contra criança e adolescente, violência contra idoso, violência contra mulher dentre muitas outras violências acometidas pelo contexto social no qual está inserido.
    O atendimento é prestado no CREAS, ou pelo deslocamento de equipes em territórios e domicílios, e os serviços devem funcionar em estreita articulação com o Poder Judiciário, Ministério Público, Defensoria Pública, Conselho Tutelar e outras Organizações de Defesa de Direitos, com os demais serviços socioassistenciais e de outras políticas públicas, no intuito de estruturar uma rede efetiva de proteção social.
    Mais informações ou denúncias é só entrar em contato no telefone 3453 1387.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE