PUBLICIDADE
Geral

Denúncias no 181 ajudam no combate ao tráfico de entorpecentes

| DOURADOSAGORA


 

Com garantia de total sigilo do denunciante e apurada investigação, o serviço do Narcodenúncia é um importante instrumento da segurança pública de Mato Grosso do Sul no combate ao tráfico de entorpecentes. Desde a implantação, em junho de 2003, as denúncias resultaram em 92 prisões.


Mais de cinco toneladas de drogas saíram de circulação em apreensões realizadas diretamente com base em informações do Narcodenúncia, que atende gratuitamente pelo telefone 181. O governo do Estado mantém o sistema funcionando 24 horas, todos os dias, com uma média de seis atendentes.


O serviço é vinculado à Agência de Inteligência da Polícia Militar e representa a integração de todas as forças policiais, inclusive as federais. A atuação conjunta forma uma rede de enfrentamento dos crimes vinculados às drogas. 


Embora o número 190, do Centro Integrado de Operações de Segurança, seja mais conhecido – e  muitas vezes mais utilizado para comunicação sobre crimes de drogas - o 181 é um canal direto com a Polícia para esse tipo de denúncia sobre tráfico. 


A chamada para esse telefone confere agilidade na apuração e na repressão à distribuição de entorpecentes. O 181 deve ser utilizado toda vez que o cidadão que quiser fazer a denúncia tiver informações que possam levar a polícia até o traficante.


“Qualquer pessoa que observar indícios ou tiver informações concretas de um ponto de distribuição de drogas pode ligar direto para o Narcodenúncia.


O sistema registra e distribui a informação para os responsáveis naquela região”, explica o coordenador regional do Narcodenúncia em Campo Grande, major Flavio Luis Filiú Silva. 


Em qualquer cidade de Mato Grosso do Sul, os coordenadores regionais monitoram permanentemente os registros daquela localidade e colocam as forças policiais a serviço da apuração e repressão do crime. 


De junho de 2003 a janeiro de 2009, 92 pessoas foram presas em operações desencadeadas por denúncias no 181. Os flagrantes fizeram com que os policiais apreendessem mais de cinco toneladas de drogas.


A maior quantidade é de maconha, 3.860,3 quilos. Em segundo lugar aparece o haxixe, com 1.020,5 quilos. A quantidade de cocaína soma 151,1 quilos, além de 5,1 quilos de pasta base dessa droga. 


Sigilo 
A ligação para o 181 do Narcodenúncia pode ser feita de qualquer telefone, até mesmo da casa do denunciante. O número não é identificado no sistema de atendimento, o que garante sigilo absoluto sobre a denúncia.


O coordenador regional em Campo Grande alerta, no entanto, que, em caso de trotes, o responsável está sujeito às sanções do Código Penal por falsa comunicação de crime.  
   

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE