PUBLICIDADE
Geral

HE deve assumir hoje com 130 médicos em Dourados

| DOURADOSAGORA


A expectativa é que hoje o Hospital Evangélico (HE) inicie oficialmente o gerenciamento do Hospital de Urgência e Trauma (HUT) e Hospital da Mulher (HM), onde vai disponibilizar um corpo clínico com 130 médicos para atender 21 especialidades. Além dos casos de urgência e emergência, serão retomadas as cirurgias eletivas, interrompidas desde o ano passado.

Só no HM existem cerca de 400 cirurgias represadas de mulheres que precisam realizar esse tipo de procedimento, como retirada de mioma, por exemplo.

Segundo o secretário municipal de saúde, Edvaldo Moreira, a expectativa é que o HE assuma hoje o gerenciamento dos dois hospitais apesar do contrato não ter sido assinado ainda.

Ontem Edvaldo disse que aguardava uma confirmação do governador André Puccinelli (PMDB), de quando poderá estar na cidade para a assinatura. Ontem o governador estava em Brasília e com a agenda lotada.

Pelo menos 90% dos equipamentos pertencem ao Estado, além do prédio do HUT. "O HE vai assumir, pois já tem o aval do Ministério Público Estadual, Conselho Municipal de Saúde e da Câmara de Vereadores, a assinatura é apenas uma mera formalidade", comentou o secretário.

Ontem os funcionários da Prefeitura ainda prestaram os últimos serviços no HUT e HM. Eles serão transferidos para a rede, como postos de saúde ou Pronto Atendimento Médico (PAM). Os funcionários contratados podem ser reaproveitados pelo HE.

O secretário esclarece a população que os atendimentos continuam sendo feitos no HUT e no HM, mas caso seja necessário, o paciente pode ser transferido para o HE. "Os atendimentos continuam no mesmo lugar, o que muda é a gestão, mas caso haja necessidade, o paciente pode ser transferido para o HE", afirmou.
 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE