PUBLICIDADE
Caarapó

Mateus volta a cobrar melhorias para a BR-163

Mateus vai ao DNIT na próxima terça-feira e deve apresentar dossiê sobre acidentes na rodovia

| CAARAPONEWS


Dilermano Alves


Rodovia da morte. É por esse nome que está sendo chamada a BR-163, especialmente no trecho entre Dourados e Mundo Novo, em virtude do elevado número de acidentes automobilísticos com vítimas fatais recentemente registrados na rodovia. Somente entre Dourados e Caarapó – trecho de 50 quilômetros -, duas pessoas morreram em acidentes de veículos ocorridos nos dias 7 e 9 deste mês.
    Não é de hoje a preocupação das autoridades de Caarapó em relação aos acidentes ocorridos na BR-163. Em agosto de 2007, o prefeito Mateus Palma de Farias (PR) encaminhou ofício ao do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) em Campo Grande, solicitando o alargamento da pista da BR-163 entre o córrego Caarapó e o perímetro urbano da cidade.
    “Essa ação tem por objetivo dar maior segurança aos usuários da BR-163, que se utilizam da rodovia, a pé ou de bicicleta, para chegar aos seus locais de trabalho, como a Agrenco, o frigorífico de bovinos e o escritório da usina sucroalcooleira”, justificou, à época, o prefeito de Caarapó.
    Em resposta, o DNIT informou que o órgão estava iniciando estudos para a elaboração de projeto de restauração da rodovia, no trecho entre Dourados e a divisa com o Paraná, no qual a solicitação do prefeito de Caarapó seria incluída – o que não ocorreu até os dias atuais.
    Mateus Palma de Farias tem audiência agendada com o chefe do DNIT, engenheiro Marcelo Miranda Soares, na próxima terça-feira. Acompanhado de assessores, o prefeito deve reiterar o pedido de melhorias já feito em 2007. “Vamos apresentar um dossiê com as ocorrências registradas entre Dourados e Caarapó pelos órgãos policiais nos últimos meses, para provar a necessidades das obras no local”, disse o prefeito.
    Ainda na terça-feira, Mateus Palma de Farias e uma comissão composta por vereadores e membros do Conselho Comunitário de Segurança deverão participar de audiência com o secretário de Justiça e Segurança Pública, Wantuir Francisco Brasil Jacini, para discutir melhorias no setor policial em Caarapó.  

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE