PUBLICIDADE
Tráfico

Em ação conjunta DOF e PRE apreendem 5 kg de crack

| A GAZETA


Uma ação conjunta desencadeada por policiais do DOF (Departamento de Operações de Fronteira) e da PRE (Polícia Militar Rodoviária Estadual), resultou na prisão de um traficante e na apreensão de pelo menos 5 quilos de crack nesse domingo (15) em Amambai.


A ação que resultou na apreensão da droga e na prisão teve início no final da manhã quando o acusado, Laerte Gomes de 45 anos, residente no Bairro Eletrosul, em Guaíra no Paraná, foi abordado por policiais rodoviários em frente a base PRE de Amambai, situada na rodovia MS-156 entre Amambai e Tacuru e acabou fugindo.


O caso- Segundo a PRE, o acusado, que conduzia um veículo Gol de cor prata, placas AHL 6060 de Flor da Serra do Sul-PR, foi abordado em frente a base para averiguação e quando o policial solicitou para que o condutor colocasse o veículo na rampa existente na base para averiguação, Laerte teria aproveitado que a viatura da PRE estava em diligências, teria acelerado o carro e fugido.


Imediatamente a polícia rodoviária, que já tinha identificado o fugitivo através de sua documentação, acionou todas as unidades policiais da região para realizar um cerco.


Autor é preso em Eldorado


Com o cerco policial montado, Laerte Gomes escondeu no veículo com a droga em uma fazenda, as margens de uma estrada vicinal na região do Curuçu Ambá, a cerca de dois quilômetros da rodovia MS-156 e retornou a pé para a rodovia estadual onde tomou um ônibus de passageiros para seguir viagem em direção a cidade onde reside, Guaíra no Paraná, mas acabou identificado e preso por uma equipe do DOF na região de Eldorado.


Segundo o DOF ao receber voz de prisão, Laerte, que disse já ter cumprido pena por furto em Minas Gerais e por tráfico de drogas no Paraná, teria confessado que havia fugido da PRE em Amambai e teria relatado onde havia escondido o veículo.


Veículo é apreendido e droga é localizada


Diante das informações, os policiais do Departamento de Operações de Fronteira realizaram a apreensão do Gol que foi encaminhado para a base PRE em Amambai, onde em vistoria, foi encontrado, em um “mocó” localizado na longarina dianteira (atrás das rodas), 20 tabletes de crack que depois de pesados, totalizaram 5 quilos da droga.


Ao ver que a droga havia sido descoberta o acusado teria confessado aos policiais que havia pegado o entorpecente na cidade de Ponta Porã, fronteira com o Paraguai e receberia R$ 2 mil reais para levar a droga até o estado de São Paulo.


Diante da situação Laerte foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Amambai para ser autuado em flagrante por tráfico de drogas, artigo 33 na Lei 11.343 de 2006 que em caso de condenação acarreta em uma pena que varia de 5 a 15 anos de prisão.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE