PUBLICIDADE
Caarapó

Sem-tetos reclamam casas prometidas para final de 2008

Prefeito diz que Governo do Estado será responsável pela entrega aos beneficiários

| CAARAPONEWS


Por André Nezzi


Moradores sem-teto que vivem há mais de cinco anos em condições sub-humanas, abaixo da linha da pobreza, em um terreno localizado numa região de varjão na vila Planalto, próximo a Delegacia de Polícia Civil, voltaram a procurar a reportagem do CaarapoNews após a forte chuva que caiu sabre a cidade na tarde da última quinta-feira (12).
 

Os moradores, formados em sua maioria por desempregados e boa parte sobrevivendo sem qualquer apoio governamental, vivem em barracos com o emprego de lonas e pedaços de madeira no local.
  De acordo com Rosangela Cajoeiro (33), que vive em um dos barracos de apenas um cômodo, com o marido e os seis filhos, “basta chover para que os barracos fiquem alagados, estragando os alimentos e os móveis, causando transtornos a todos”, relata.
  Em outro barraco, a reportagem do CaarapoNews se deparou com a senhora Honória Matias (68), de origem paraguaia, cuidando em meio a galinhas, gatos e cachorros, de duas crianças pequenas uma de 6 (seis) meses e outra de três anos, que seriam seus netos. Segundo dona Honória, sempre que chove a água adentra as lonas e deixa o barraco enlameado por dentro.
  Sem a menor infraestrutura, as famílias não dispõem de energia e sequer de água potável, tendo que usar água sem tratamento para beber e cozinhar os alimentos. Para obter água para realizar a higiene pessoal, beber e até fazer a própria comida, as donas de casa recorrem a poços escavados no solo.
  Segundo os moradores, a prefeitura municipal teria prometido a entrega de sessenta casas do Conjunto Habitacional Shalom, para dezembro de 2008, porém, até o momento as famílias não foram contempladas.
  O prefeito Mateus Palma de Farias (PR) informou, através de sua Assessoria de Comunicação, que a construtora responsável pelas casas que beneficiarão os sem-teto prometeu entregar as obras ao governo do Estado até o último domingo (15).
  “Na verdade, as obras das 190 unidades do Conjunto Habitacional Shalom foram licitadas pelo Governo de Mato Grosso do Sul, que também será responsável pela entrega aos beneficiários”. Ainda de acordo com a assessoria do prefeito, “essa situação foi informada a uma comissão dos sem-teto, que recentemente se reuniu com o prefeito Mateus Palma de Farias”.
    Apesar da previsão de entrega das casas para o último domingo (15), a construtora responsável não conseguiu terminar as obras do conjunto habitacional. Funcionários que trabalham no local disseram a reportagem do CaarapoNews, que houve um problema com alguns materiais que terão que ser substituídos e não há previsão para o término da obra.
    “Pois é, mais uma vez enrolaram a gente”, disse a dona de casa Rosangela Cajoeiro (33), ao saber que o sonho de ter sua casa foi adiado mais uma vez.

              

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE