PUBLICIDADE
Dourados

Comerciante é preso acusado de homicídio e coação

| DOURADOSAGORA


O comerciante Eder Aparecido Vilhalva Moraes, 23 anos, também conhecido como Alemão, foi preso no início da tarde de ontem, em Dourados, acusado de homicídio e ameaças às testemunhas. Os policiais do Serviço de Investigação Geral (SIG) cumpriram um mandado de prisão deferido pela juiza Dileta Terezinha Tomáz. Segundo a Justiça, Eder é apontado como o autor dos seis tiros que mataram Edson Carlos Gonçalves, de 32 anos, também conhecido como "Buiu", vizinho dele, residente na Rua Clovis Bevilacqua, Vila Cachoeirinha. O homicídio aconteceu no dia 15 de novembro do ano passado, conforme noticiou o Douradosagora.
 

Edson foi morto com um tiro no rosto, dois no braço esquerdo e outros dois no direito. Pouco depois do crime, Eder - que foi apontado por testemunhas como o autor dos disparos - se apresentou à polícia e negou participação no crime. No entanto, conforme a polícia, ele teria passado a ameaçar as testemunhas e acabou sendo preso. Ele foi autuado em flagrante, acusado de homicídio e coação.
 

De acordo com a polícia, o crime teria sido motivado por uma dívida no valor de R$ 1mil. Buiu teria passado um cheque neste valor ao comerciante que não tinha fundos. Eder está preso na Delegacia do 1º Distrito Policial, à disposição da Justiça.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE