PUBLICIDADE
Caarapó

Hamilton fala: mudanças na F-1 são "vergonhosas"

| UOL


As novas _e radicais_ mudanças divulgadas pela FIA (Federação Internacional de Automobilismo) foram consideradas como vergonhosas por Lewis Hamilton nesta sexta-feira.


O inglês, que buscava evitar comentar o assunto, afirmou não acreditar que as mudanças ajudarão os espectadores a compreender e acompanhar mais a categoria.


Na última terça-feira, a entidade anunciou que o campeão da temporada 2009 será determinado pelo número de vitórias durante o ano, não mais pelo máximo de pontos somados pelo piloto.


"Acho que é uma vergonha o que está acontecendo com a F-1. É difícil de acreditar que essas decisões recentes melhorarão algo para os espectadores das arquibancadas e da TV, que devem ser sempre nossa prioridade. Acho que temos de esperar para ver", comentou.


Segundo Hamilton, para os pilotos, essas modificações não mudarão a maneira como eles enfrentarão os GPs. "Não importa qual seja o sistema de pontos, sei que todos os pilotos correrão como sempre, com o coração."


O atual campeão também ressalta a união entre pilotos, equipes e fãs, destacando que apenas a FIA faz questão de não se juntar a eles, tendo como objetivo a melhoria do esporte como um todo.


"Pela primeira vez nos últimos anos, temos equipes, pilotos, patrocinadores e fãs trabalhando juntos em prol do esporte. Agora, precisamos que o órgão controlador ouça nossos pedidos e nos ajude", analisou.


"A F-1 é a categoria máxima do automobilismo e representa tudo o que a gente ama. Por isso, devemos trabalhar todos juntos para manter esse espírito", completou.


Curiosamente, se a nova regra tivesse sido aplicada na temporada passada, Lewis Hamilton teria perdido o campeonato para o brasileiro Felipe Massa, da Ferrari, por uma vitória de diferença.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE