PUBLICIDADE
Geral

Sueca diz que não consegue viver com só US$ 43 milhões

| GLOBO.COM


A sueca Marie Douglas-David, de 36 anos, que está se separando do ex-CEO da United Technologies Corp George David, de 67, disse que não consegue viver com apenas US$ 43 milhões (quase R$ 100 milhões).
 


Ela disse que "está muito triste" por ter que resolver o divórcio judicialmente. "Espero que possamos resolver isso em breve e cada um possa seguir em frente com sua vida", afirmou a mulher.


George David deixou no ano passado o cargo de CEO da companhia, mas ainda é presidente do conselho e tem um patrimônio estimado de US$ 329 milhões. Ele e a ex-esposa se acusam mutuamente no julgamento que começou na quarta-feira.
 


Eles se casaram em 2002, mas o casamento começou a ter problemas em 2004. No meio de uma série de reconciliações, o casal assinou um acordo em outubro de 2005, no qual ele iria dar US$ 43 milhões quando eles se separassem.


No entanto Marie Douglas quer invalidar, pois considera o valor muito baixo. Além disso, ela acusa seu marido tê-la coagido a assinar o acordo. Ela pede cerca de US$ 100 milhões em dinheiro e ações, além de uma pensão mensal de US$ 130 mil.


A mulher apresentou ao tribunal documentos que mostram que ela tem mais de US$ 53,8 mil em despesas semanais. Seus gastos incluem US$ 700 por semana para o serviço de limusine, US$ 4.500 para a roupa, US$ 1 mil para cabeleireiro e tratamento de pele, US$ 1,5 mil para restaurantes e entretenimento e US$ 8 mil para viagens.

 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE