PUBLICIDADE
Política

André não é mais 'bicho-papão', diz Egon Krakhecke

| DOURADOSNEWS


Até o ano passado, o governador André Puccinelli (PMDB) era considerado para muitos petistas de Mato Grosso do Sul como um 'bicho-papão' para a eleição de 2010. Para o Secretário de Extrativismo e Desenvolvimento Rural do Governo Federal, Egon Krakhecke, que foi vice-governador na gestão de Zeca do PT, hoje André não é mais, sendo que há uma ambivalência para a disputa, com colocação inclusive de candidatura própria pelo Partido dos Trabalhadores.
 

 

"Em Mato Grosso do Sul a conjuntura mudou muito. Ele colocava uma eleição fácil em 2010, mas hoje o quadro está diferenciado. Já existe desgaste e até uma ponta de saudade de Zeca". Egon se mostrou favorável à candidatura de seu 'companheiro' de partido, mesmo tendo Delcídio como nome forte do PT, e enfatizou que essa será uma disputa real, entre dois caciques, sendo que em momentos atrás se pensava apenas em eleger bancada.
 

Conforme Egon, este ano de 2009 servirá como uma etapa intermediária até a eleição dos diretórios nacional, estadual e municipal do PT. O petista acredita que o ideal para as escolhas dos presidentes seria a indicação de nomes que tenham como perfil equacionar os problemas de uma disputa eleitoral. "Devemos eleger candidaturas que não estejam nas disputas e que, primeiramente, equacionem 2009, resolvam acordos internos para a construção do PT para 2010. E temos figuras que podem cumprir esse papel de dialogar, apaziguar e isso não tem a ver com competência, mas com leitura política para acordos internos contemplando todas as partes".
 

Egon finalizou dizendo que espera compreensão interna do PT primeiro para depois partir para a construção de acordos, e deixou claro que o partido estará colocado para as eleições do ano que vem.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE