PUBLICIDADE
Geral

Aneel estima redução tarifária de 7,76% em MS

| TV MORENA


A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) apresentou novos cálculos da revisão da redução tarifária para os 716,9 mil consumidores de Mato Grosso do Sul. O índice preliminar era de -5,69% , mas com o recálculo passou para redução das tarifas de -7,76%, percentual que será votado na próxima reunião de diretoria da Aneel.


O novo cálculo consta em nota técnica da Aneel de 20 de março de 2009 e apresentando na terça-feira (24), durante a 11ª reunião pública ordinária da diretoria. O índice recalculado leva em aprimoramente de metodologia e ainda os dados apresentados na consulta pública feita em Mato Grosso do Sul.


O erro que resultou na interferência direta da Aneel, foi descoberto em dezembro de 2007, quando foi identificado que o índice que deveria ser aplicado era de 43,23% e não os 50,81% aplicados à época.


No dia 7 de abril de 2008, a Aneel havia determinado a redução média de 7,18% nos índices tarifários aplicados aos consumidores do Estado. Para 560 mil consumidores residenciais (baixa tensão), o percentual aplicado foi de 8,8%, índices que entraram em vigor no dia 8 de abril e válido até abril de 2009.


Para o biênio 2009/2010, o novo cálculo indicava preliminarmente a redução tarifária de 5,69%, mas o recálculo pode ser de 7,76%. O presidente do Conselho dos Consumidores de Energia Elétrica de Mato Grosso do Sul (Concen), Jenner Ferreira, disse que ainda é cedo para se dizer que o novo percentual será definitivo. Segundo ele, é necessário levar em conta alguns fatores, como aplicação do IPGM, quando de saldo credor o consumidor ainda tem e o índice de reposição tarifária.
iniciaCorpo("12;11;14;12;16;13;18;14");

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE