PUBLICIDADE
Geral

BNDES liberou R$ 200 mi ao Independência, diz CNA

| CAMPO GRANDE NEWS


A presidente da CNA (Confederação Nacional de Agricultura), Kátia Abreu, disse ao jornal Estadão que o BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Sustentável) liberou R$ 200 milhões para o grupo Independência e que os recursos já estão rubricados: são para pagar a dívida com pecuaristas.


Só em Mato Grosso do Sul são R$ 51 milhões. A unidade alegou problemas no fluxo de caixa e no dia 27 de fevereiro suspendeu abates em todas as unidades do País. Antes a de Campo Grande já havia sido fechada e nesta semana também foram dispensados funcionários das indústrias de Nova Andradina e Anastácio.


Kátia Abreu afirmou que o dinheiro do BNDES, que estava contingenciado por que o grupo não cumpriu exigências, não poderá ter outra destinação. "A condição é essa. O dinheiro é carimbado", disse.


Ela relatou que ontem à noite conversou sobre o assunto com o ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, o qual disse que a operação deve ser anunciada até a próxima semana. O Campo Grande News procurou a assessoria de imprensa do BNDES, que informou que mais tarde se posicionará sobre o assunto.


Ainda hoje o governador, André Puccinelli (PMDB) destacou a necessidade de os bancos liberarem crédito aos exportadores, diante do baque sofrido pelo setor industrial. Ele disse vinha se mobilizando, articulado com a bancada federal, para “sensibilizar” o BNDES. Só em Mato Grosso do Sul 2,5 mil funcionários do Independência foram demitidos.
 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE