PUBLICIDADE
Caarapó

Williams deixa Brawn e Ferrari para trás no 1º treino do ano

| GLOBO.COM


Mais uma vez equipes com pouca ou nenhuma cotação na temporada passada dominaram os treinos livres para o Grande Prêmio da Austrália, em Melbourne, na madrugada desta sexta-feira, no horário de Brasília. Na segunda sessão de treinos, o alemão Nico Rosberg, da Williams, liderou novamente como havia feito no primeiro treino, desta vez com o tempo de 1m26s053, seguido pelo brasileiro Rubens Barrichello 1m26s157, da Brawn GP, e em terceiro apareceu o italiano Jarno Trulli, também da Toyota, com 1m26s350.

 

O vice-campeão mundial de 2008, o brasileiro Felipe Massa, da Ferrari, que havia sido o sétimo na primeira sessão, ficou em décimo lugar, enquanto que o atual campeão, o inglês Lewis Hamilton só conseguiu o 18º tempo. O espanhol Fernando Alonso, da Renault, ficou em 12º, e seu companheiro de equipe, o brasileiro Nelsinho Piquet fez o 19º e penúltimo tempo.
 

 

Desde o início do segundo treino, as McLarens se revezavam nas últimas colocações e as Ferraris nas posições intermediárias. Enquanto isso, o inglês Jenson Button, da Brawn GP, que ficou com o quinto melhor tempo, Trulli e o alemão Timo Glock, da Toyota, que acabou em sexto, estiveram na liderança no ínício do treino. Rosberg, no entanto conseguiu ainda na primeira meia hora de treino o tempo que lhe garantiria a primeira colocação neste primeiro dia em Melbourne.


 

Rubens Barrichello, que havia sido o quarto no primeiro treino do dia, só obteve a segunda colocação quando faltavam menos de dois minutos para o fim do treino. Antes tinha ficado em quarto e depois em terceiro. Felipe Massa, que havia ficado em sétimo no primeiro treino, chegou a fazer o 18º, mas se recuperou e ficou à frente do seu companheiro, o finlandês Kimi Raikkonen, uma posição atrás do brasileiro.
 

 

O outro piloto da Williams, o japonês Kazuki Nakajima, que no primeiro treino ficou com o segundo melhor tempo, desta vez caiu para o sétimo. Faltando 31 minutos para o fim Sebastien Vettel, da Renault, cometeu um erro bobo, perdeu a direção e ficou na grama, abandonando o treino com o oitavo tempo. Mas não foi superado.
 

 

Tempos do segundo treino livre
 

 

1°) Nico Rosberg (ALE/Williams) - 1m26s053 (36 voltas)
2°) Rubens Barrichello (BRA/Brawn GP) - a 0s104 (38)
3°) Jarno Trulli (ITA/Toyota) - a 0s297 (42)
4°) Mark Webber (AUS/RBR) - a 0s317 (30)
5°) Jenson Button (ING/Brawn GP) - a 0s321 (38)
6°) Timo Glock (ALE/Toyota) - a 0s390 (42)
7°) Kazuki Nakajima (JAP/Williams) - a 0s507 (33)
8°) Sebastian Vettel (ALE/RBR) - a 0s687 (19)
9°) Adrian Sutil (ALE/Force India) - a 0s987 (29)
10°) Felipe Massa (BRA/Ferrari) - a 1s011 (35)
11°) Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari) - a 1s151 (32)
12°) Fernando Alonso (ESP/Renault) - a 1s179 (28)
13°) Giancarlo Fisichella (ITA/Force India) - a 1s229 (32)
14°) Nick Heidfeld (ALE/BMW) - a 1s264 (34)
15°) Robert Kubica (POL/BMW) - a 1s345 (36)
16°) Sébastien Bourdais (FRA/STR) - a 1s426 (36)
17°) Heikki Kovalainen (FIN/McLaren) - a 1s749 (35)
18°) Lewis Hamilton (ING/McLaren) - a 1s760 (31)
19°) Nelsinho Piquet (BRA/Renault) - a 1s775 (35)
20°) Sébastien Buemi (SUI/STR) - a 2s023 (33)


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE