PUBLICIDADE
capital

Idoso desaparecido no Natal é encontrado morto próximo à Universidade

Ele desapareceu, após almoçar com a família na tarde do Dia de Natal.

| DOURADOSNEWS


 O idoso Joaquim Joaquim de Souza, de 85 anos, foi encontrado morto, por volta das 16h30 desta terça-feira, dia 30 de dezembro, por um morador que passeava em uma fazenda próxima a região da UCDB (Universidade Católica Dom Bosco), em Campo Grande. A família da vítima já foi informada e identificou o corpo como sendo um idoso que desapareceu no dia 25 de dezembro, Dia de Natal, após almoço com a família.

Conforme uma sobrinha da vítima, a contadora Helena Escobar, 45 anos, o corpo é mesmo de Joaquim de Souza. Ele desapareceu, após almoçar com a família na tarde do Dia de Natal, e pegar um ônibus do transporte coletivo sentido bairro Santa Luzia, onde ele morava. “Uma das filhas dele chegou a vê-lo no bairro, mas depois disso ele sumiu”, explicou.

Segundo o site Campo Grande News, a família do idoso acredita que o mesmo tenha perdido a memória e tenha perambulado pela cidade procurando o caminho de casa. Helena acredita que a causa da morte foi natural. “A gente acredita que foi morte natural, por que ele não tinha sinais de espancamento”, comentou.

Apesar de acreditarem que a vítima teve um lapso de memória, familiares informaram que ele não possuía problemas de saúde. “Ele só tomava remédio para pressão alta. No dia que almoçamos com meu tio, ele parecia estar bem lúcido, mas acreditamos que ele tenha perdido a memória”, apontou.

A perícia constatou que Joaquim morreu três horas antes do ser encontrado na fazenda. O corpo passa por exames periciais no IMOL (Instituto de Medicina e Odontologia Legal) de onde será liberado para o velório. O sepultamento acontecerá no Cemitério Santo Amaro, na Capital.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE