PUBLICIDADE
ufc

Jon Jones, sobre treino com Spider: 'Como jogar com Michael Jordan'


Tão aguardado quanto o combate entre Jon Jones e Daniel Cormier, só a sonhada superluta entre Jones e Anderson Silva. Enquanto o primeiro confronto vai se materializar no sábado, no evento principal do UFC 182, o segundo parou de ser comentado uma vez que o brasileiro perdeu o cinturão dos pesos-médios do Ultimate para Chris Weidman. "Bones" e "Spider", no entanto, dividiram o ringue em novembro passado, durante um treino especial na sede do UFC em Las Vegas.

Com poucas imagens disponíveis, o encontro gerou muito interesse desde então, e o campeão dos pesos-meio-pesados do UFC, fã confesso de Anderson, afirmou na quinta-feira que a atividade foi a realização de um sonho.

 frame do Anderson Silva e Jon Jones UFC (Foto: Reprodução / Instagram)Jon Jones (esq.) e Anderson Silva: americano nutre idolatria pelo brasileiro (Foto: Reprodução / Instagram)

- Foi incrível, foi incrível. Eu respeito Anderson tanto. Ele é um cara tão incrível. Realmente estou ansioso para andar mais com ele no futuro, realmente conhecê-lo e virar um amigo de verdade, ter um relacionamento com alguém que respeito. Foi incrível. Eu, com 20 dias, ficava no porão estudando-o. Um dia, eu assisti à carreira do Anderson inteira, o dia inteiro. Eu assisti a todas as lutas dele, num site que tinha todas suas lutas. Eu era obcecado por ele como artista marcial. Poder andar com ele, com sua esposa, falar sobre sua carreira, sobre seus filhos, aprender com ele e ensinar coisas a ele! Foi como um garoto do colegial jogando basquete com Michael Jordan. Eu realmente me senti honrado e apreciei sua amizade - contou Jones no "Media Day" do UFC 182.
 

Anderson Silva revelou, no mês passado, que aprendeu alguns truques com o americano. "Bones" também afirmou que recebeu dicas valiosas, que pretende usar no sábado contra Cormier.
 

- Ele me ensinou um truque muito maneiro na trocação. Fizemos um pouco de jiu-jítsu, e alguns de seus movimentos, eu não aceitei muito, porque não era meu estilo, mas, na trocação, sempre que ele me acertava com algo que eu não vi, eu falava, “OK, volta! O que foi isso?”, no meio do sparring, aí ele dizia, “Eu armei assim, e funcionou por causa disso.” Muitas vezes nos meus golpes, eu gosto de armar as coisas, mas, não sei, ele é muito mais profundo na trocação do que eu. Foi uma imensa experiência de aprendizado. Ele é mais profundo mentalmente, as razões pelas quais ele joga certos golpes. Ele tem uma psicologia muito forte sobre a trocação. Acho mesmo que ele vai ganhar sua próxima luta por nocaute.
 

Jones comemorou que a superluta contra Anderson Silva nunca aconteceu, pois possibilitou que os dois se tornassem amigos e dividissem o tatame.
 

- Sim, estou muito contente que nunca lutamos, porque, quando você luta, você estraga uma amizade. Eu nunca quis lutar com ele. Era uma situação de perder ou perder, porque muita gente dizia que, “Jon, se você quiser ser o melhor, você tem de vencer Anderson Silva”, e eu sempre disse que não precisava ter o Anderson Silva no meu currículo para ter um grande legado. Agora, está se realizando, na maior parte dos rankings eu já estou à frente dele. Eu não precisei derrotá-lo para tornar meu sonho realidade. Foi uma vitória para mim, não precisar lutar com ele e criar uma amizade com ele - explicou Jones.
 

Combate transmite o UFC 182 ao vivo e com exclusividade neste sábado, a partir de 22h (horário de Brasília), e o Combate.com acompanha o torneio em Tempo Real. Antes, na sexta, canal e site exibem ao vivo a pesagem oficial, também a partir de 22h (horário de Brasília). Confira o card completo:
 

UFC 182
3 de janeiro de 2015, em Las Vegas (EUA)

CARD PRINCIPAL
Peso-meio-pesado: Jon Jones x Daniel Cormier
Peso-leve: Donald Cerrone x Myles Jury
Peso-médio: Brad Tavares x Nate Marquardt
Peso-mosca: Louis Gaudinot x Kyoji Horiguchi
Peso-meio-médio: Hector Lombard x Josh Burkman

CARD PRELIMINAR
Peso-leve: Danny Castillo x Paul Felder
Peso-galo: Marcus Brimage x Cody Garbrandt
Peso-pesado: Shawn Jordan x Jared Cannonier
Peso-leve: Evan Dunham x Rodrigo Damm
Peso-meio-médio: Mats Nilsson x Omari Akhmedov
Peso-galo: Alexis Dufresne x Marion Reneau


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE