PUBLICIDADE
itaporã

Assassino de casal teria matado a amásia para acobertar o crime

| CORREIO DO ESTADO


Alexsandro da Silv, vulgo “Pepe”, fugitivo do sistema prisional, é o principal suspeito da morte de Marcos Antônio (39) e Vilma Santana (33), moradores Maracaju, que desapareceram na noite do dia 14 de dezembro de 2014 sendo os corpos encontrados no dia 20 às margens da rodovia MS-157.
 

Ele também teria matado a adolescente Ana Lorena dos Santos, 14 anos, porque esta confidenciou à algumas pessoas que ele seria o autor do duplo homicidio.
 

O corpo de Ana, em estado de decomposição, foi encontrado no dia 30 de dezembro em uma plantação de soja no local conhecido como "Canhadão" no município de Itaporã.
 

Depois de o corpo ser removido do local e a mãe da jovem identificá-la no Instituto Médico Legal (IML) de Dourados relatou aos investigadores que sua filha vinha recebendo ameaças de morte vindas de seu amásio“Pepe”, pois ela teria contado a amigos que o marginal havia sequestrado um casal na região de Itaporã e ateado fogo no carro posteriormente em uma estrada vicinal.
 

Com informações e dos indícios,  a polícia tem ''Pepe'' como o principal suspeito dos três assassinatos.
 

Ele tem inúmeras passagens pelos meios policiais pelos crimes de tráfico de drogas, lesão corporal dolosa, porte ilegal de arma de fogo de uso permitido, roubo, furto e estelionato.
 

Sua primeira prisão ocorreu em janeiro de 2007 por tráfico de drogas.
 

Um dos comparsas do acusado morava em Maracaju e foi morto na cidade de Dourados  com 5 tiros  no dia 6 de novembro de 2014.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE