PUBLICIDADE
amambai

Bombeiros atenderam dois casos de esfaqueamento em Amambai

| A GAZETA NEWS


 O Corpo de Bombeiros de Amambai registrou dois casos de esfaqueamento na tarde desse domingo, 4 de janeiro, na cidade.

O primeiro deles ocorreu nas proximidades do semáforo, no centro de Amambai e teve como vítima, Edson Lima dos Santos, de 46 anos.

Nesse caso o autor, Roque de Souza, segundo ele, de 68 anos, acabou preso momentos depois da agressão por uma equipe da Polícia Militar ainda de posse da arma usada para atacar a vítima, um canivete que foi apreendido.

Ferido com um corte no pescoço, após receber atendimento de emergência no local, Edson dos Santos foi encaminhado pelos bombeiros para o Pronto Socorro (PS) do Hospital Regional de Amambai para receber atendimento médico.

Segundo a polícia, o consumo de cachaça seria o motivo do desentendimento entre Edson e Roque.

Outro esfaqueamento

O outro esfaqueamento ocorreu momentos depois do primeiro, dessa vez nas proximidades da São Luiz Tintas, também região central da cidade e teve como vítima, Adair Pereira Marques, de 40 anos.

Segundo o Corpo de Bombeiros de Amambai, Adair sofreu uma perfuração na região do peito, lado esquerdo, nas proximidades do coração, mas estava consciente.

Aos bombeiros Adair, que também foi socorrido para o PS do Hospital Regional de Amambai, disse que o autor da facada foi um desafeto seu.

A Polícia Militar já identificou o possível autor, que se chamaria Valdir Fernandes e fugiu do local após esfaquear a vítima. A polícia trabalha no caso.

Ferido ao bater em porteira de moto

Na madrugada, também desse domingo (4) o Corpo de Bombeiros de Amambai socorreu Adriano Lugo Morinigo, de 21 anos.

O rapaz sofreu ferimentos e ficou com uma lasca de madeira cravada na região do pescoço após a moto que conduzia, uma Honda Strada, cor verde, se chocar contra uma porteira na Fazenda Arroyo Corá, distante cerca de 13 quilômetros da cidade, em Amambai.

Segundo o Corpo de Bombeiro, o acidente aconteceu por volta da 1h20 da madrugada e a vítima teria relatado que não sabia que a porteira estava fechada.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE