PUBLICIDADE
bomba

Jon Jones é flagrado no antidoping com cocaína e fará reabilitação


Uma verdadeira bomba caiu no mundo do MMA no início da noite desta terça-feira. Dias depois de bater Daniel Cormier na luta principal do UFC 182, que aconteceu em Las Vegas (EUA), o campeão meio-pesado e maior nome da organização na atualidade, Jon Jones, foi flagrado em exame antidoping com cocaína no organismo. A informação foi anunciada pelo site Yahoo Sports. A substância detectada pelo exame foi benzoilecgonina, metabólito da cocaína. O lutador anunciou que já deu entrada em um centro para reabilitação de usuários de drogas.
 

O exame foi realizado no dia 4 de dezembro. Como a substância não está na lista negra da comissão de antidoping dos Estados Unidos quando usada fora de competição, o atleta não pôde ser vetado do UFC 182, assim como a comissão não pode modificar o resultado da luta com Daniel Cormier. 
 

O campeão do UFC enviou uma declaração ao site Yahoo Sports para falar sobre o caso e anunciar que está entrando em reabilitação para combater o vício à cocaína.
 

- Com o apoio da minha família, entrei em um centro de tratamento para usuários de drogas. Quero me desculpar com minha noiva, minha filha, tanto quanto com a minha mãe, meu pai e meus irmãos pelo erro que cometi. Também quero me desculpar com o UFC, meus técnicos, meus patrocinadores e, igualmente importante, meus fãs. Estou entrando em um programa para um tratamento muito sério. Neste momento, minha família e eu apreciaremos nossa privacidade - declarou o americano.
 

Aos 27 anos, Jon Jones tem oito defesas de cinturão consecutivas no Ultimate e é o maior astro da organização na atualidade. Após a vitória contra Cormier, era esperado que ele enfrentasse o vencedor de Alexander Gustafsson x Anthony Johnson. Agora, resta esperar o tempo de recuperação do americano e os próximos movimentos do UFC.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE