PUBLICIDADE
Caarapó

Polícia prende 4º integrante de quadrilha de arrastadores

A Polícia Militar de Rio Brilhante realizou há pouco a prisão de Marcelo Costa Araújo, 29 anos, conhecido como "Moleque". Ele fazia parte da quadrilha que roubava carros em Caarapó e região.

| DOURADOSAGORA


 A Polícia Militar de Rio Brilhante realizou há pouco a prisão de Marcelo Costa Araújo, 29 anos, conhecido como "Moleque". De acordo com a polícia ele foi flagrado em um hotel na para central daquele município, após uma denúncia anônima. Marcelo é acusado de pertencer a uma quadrilha de arrastadores, que vinha agindo em Dourados, Caarapó e Juti.

Ao todo a quadrilha, formada por seis integrantes roubou cinco caminhonetes, um caminhão, três motos e um carro gol de passeio. A polícia ainda investiga se o grupo é responsável pelo assalto na noite de terça-feira em Dourados. Na ocasião foi levado uma caminhonete Silverado D 20 cinza de funcionários de uma usina de álcool, conforme noticiou o Douradosagora.

Além de Marcelo já estão presos: Tatiane Gabriel Acosta, 22 anos, moradora em Dourados, Rosimeire Aparecida Santos Carneiro, 24 anos, moradora em Caarapó e Érique Morales Queiróz Palma, morador em Dourados. Enquanto as mulheres atuavam como "abatedoras" o grupo realizava os crimes. Érique e "Moleque" estão sendo apontados como os líderes da quadrilha.

Através da prisão das mulheres foi possível identificar ainda outros dois membros do grupo, que continuam foragidos. São eles: Arcindo Godoi Portilho (marido de Rosimeire) e Edevaldo Carlos Pereira, 24 anos (Esposo de Tatiane).

O delegado de Juti, Valter Guelssi, está representando pela prisão dos foragidos. Todos os envolvidos devem responder pelos crimes de assalto, formação de quadrilha e tráfico de drogas, já que foram encontrados entorpecentes no local onde eles moravam. Cerca de 2 quilos e 400 gramas de maconha estavam escondidos na casa de Alcindo, um dos foragidos. Além disso foram apreendidos nas investigações um revólver calibre 38, facas, telefones e munições.

A polícia trabalha agora para localizar os foragidos. Os trabalhos aconteceram em conjunto entre a Polícia Civil e Militar de Juti, Caarapó, e Rio Brilhante, além do Dof, e Sig de Dourados. (Informações de Sidnei Bronka)


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE