PUBLICIDADE
colheita

Usinas de MS já moeram 15,8 mi de t de cana na safra 2015/2016

| AGRODEBATE


 As usinas sucroenergéticas de Mato Grosso do Sul já processaram até o fim de junho, 15,8 milhões de toneladas de cana-de-açúcar na safra 2015/2016, que foi iniciada em abril deste ano e deve seguir até janeiro do próximo. A informação é do relatório de acompanhamento de safra divulgado quinzenalmente pala Associação dos Produtores de Bioenergia (Biosul).


Segundo a entidade, o volume moído até a segunda quinzena de junho é 32,53% superior ao do mesmo período da safra passada, que foi aproximadamente 11,9 milhões de toneladas de matéria-prima. Somente nestes últimos 15 dias do mês passado, foram processadas 3,5 milhões de toneladas de cana, 10,17% a mais que no mesmo intervalo de tempo do ciclo anterior.


O presidente da Biosul, Roberto Hollanda, aponta que em junho houve uma redução do volume de chuvas nas principais regiões produtoras do estado, o que possibilitou que as usinas acelerassem o processamento. Ele também reiterou a projeção de que o estado deve atingir neste ciclo um volume de processamento de 50,2 milhões de toneladas, 15,2% a mais do que os 43,5 milhões de toneladas da temporada anterior.

 


Com quantidade de matéria-prima já moída neste ciclo, o parque sucroenergético de Mato Grosso do Sul produziu 421 mil toneladas de açúcar, 36,2% a mais que na parcial da safra passada, e 884,2 milhões de litros de etanol, sendo 215 milhões de litros anidro e 669 milhões de litros hidratado. 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE