PUBLICIDADE
Geral

Anta é atropelada por veículo na rodovia MS 156 em Caarapó

Uma Anta adulta pesando mais de 200 quilos morreu atropelada por um veículo ao atravessar a pista da rodovia MS 156, trecho que liga Caarapó a Amambai em Caarapó.

| A GAZETANEWS


 Uma Anta adulta pesando mais de 200 quilos morreu atropelada por um veículo ao atravessar a pista da rodovia MS 156, trecho que liga Caarapó a Amambai em Caarapó.

O animal, também conhecido por “Tapir” e considerado o maior mamífero entre os animais silvestres da América do Sul, está na lista dos animais em extinção e hoje em dia raramente é encontrado em florestas na região sul do Estado em Mato Grosso do Sul.

O exemplar da espécie foi atropelado na noite de terça para quarta-feira enquanto atravessava a rodovia na altura do Córrego Campanário, no interior da Fazenda Campanário, a cerca de 25 quilômetros de Caarapó, provavelmente por um caminhão, já que no local não ficou fragmentos do veículo o que fatalmente teria ocorrido se o choque fosse contra um veículo de pequeno porte, tendo em vista o tamanho e o peso do animal.

A Anta, cujo peso pode chegar a 300 quilos em sua fase adulta, tem normalmente um filhote por vez e o período de gestação leva entre 335 a 439 dias, ou seja, mais de um ano. Com uma carne apreciada por moradores nativos da região, os animais foram caçados ao longo de vários anos e a caça predatória aliada à degradação de seu habitat natural, matas fechadas, a Anta que é um animal herbívoro, foi desaparecendo e hoje raramente é encontrada nas florestas da região.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE