PUBLICIDADE
Caarapó

Um dia depois da posse, Fernando Collor se filia ao PTB de R


 Um dia depois de assumir seu mandato no Senado, o senador Fernando Collor (AL) assinou nesta sexta-feira sua ficha de filiação ao PTB. A filiação foi assinada na presença do presidente do PTB, Roberto Jefferson (RJ). Collor se elegeu pelo PRTB."Quem não sabe virar a página, não merece ler o livro. E eu tenho o desejo de terminar de ler esse livro.

 Essas questões que ficam no passado, lá estão", respondeu ele sobre seu retorno ao Congresso.Ontem, ao retormar ao Congresso --14 anos depois de renunciar à Presidência da República em meio ao processo de impeachment aprovado pelos parlamentares--, Collor disse que o "sofrimento dos últimos anos" o fez amadurecer para voltar à cena política nacional.Collor admitiu que o troca-troca partidário enfraquece o sistema político do país, "mas essas são as regras do jogo sobre as quais estamos desenvolvendo a questão política".Collor disse ser contrário a essas regras e adiantou que irá propor no final de março ao Congresso uma "ampla, profunda e abrangente" reforma política.

 "Defendo uma reforma que realmente atenda às expectativas de todos nós que queremos regras mais claras para evitar casos como esse. A reforma política é a mãe de todas as reformas", afirmou.Ele se derramou em elogios a Jefferson, que no processo de impeachmet foi um dos poucos parlamentares a declarar apoio a Collor no Congresso.

 "Ele [Jefferson] foi um dos mais leais, corretos e destemidos deputados que nos apoiou na Presidência e que arcou com as conseqüências desse gesto com bravura."Jefferson afirmou que tem amizade e identidade com Collor, com quem lutou junto no passado e prometeu continuar apoiando o ex-presidente no presente.O petebista relembrou os vínculos do partido com o trabalhismo e lembrou que Collor é neto de Lindolfo Collor --que foi ministro do Trabalho de Getúlio Vargas.

 "Collor tem o DNA petebista, e chega agora à nossa agremiação para ajudar-nos no ideal petebista de construir um grande partido, que refaça o sonho daqueles que nos antecederam de lutar pelos direitos e conquistas dos trabalhadores brasileiros", disse Jefferson.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE