PUBLICIDADE
Briga

Galvão Bueno e Reginaldo Leme batem boca no ar, na Globo

| JB ONLINE


A eterna rivalidade entre Galvão Bueno e Reginaldo Leme, nas transmissões da Fórmula-1 na TV Globo, ganhou mais um ridículo capítulo na manhã desse domingo.
 

Durante a trasmissão do Grande Prêmio de Spa, na Bélgica, Reginaldo Leme surpreendeu, ao afirmar que Flávio Briatore, chefe da equipe Renault, teria premeditado um acidente de Nelsinho Piquet, na época piloto da escuderia francesa.
 

"Muita coisa ruim deve vir a tona nos próximos dias. Essa é uma delas", disse o comentarista da Rede Globo.
 

A notícia surpreendeu e irritou Galvão Bueno, que literalmente questionou a veracidade do fato.
 

"Peraí, você está querendo me dizer o Nelsinho bateu o carro de propósito ? Não pode ser", disse o narrador, nítidamente irritado, em defesa do piloto brasileiro. "O Nelsão , o Nelsinho devem estar ouvindo a transmissão. Isso não é possível", emendou.
 

"Quem espalhar essa notícia vai levar um tremendo processo. Isso vai dar uma confusão, eu nunca ouvi uma história tão escabrosa na história da Fórmula-1", disse Galvão.
 

Pelo retorno no ponto eletrônico, a direção da trasmissão da Globo, imediatamente mandou os dois funcionários se calarem sobre o assunto, e a transmissão seguiu 'normalmente'.
 

Agora, é aguardar o resultado dessa nova intriga e até mesmo da denúncia, que pode culminar com punição no Tribunal da FIA.

FIA vai investigar acidente "premeditado"

A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) confirmou neste domingo que está investigando o acidente sofrido pelo brasileiro Nelsinho Piquet no GP de Cingapura do ano passado. O episódio teria facilitado a vitória do espanhol Fernando Alonso, companheiro do brasileiro na Renault.

 

Nelsinho teria recebido ordens da equipe francesa para bater o carro, o que exigiria a entrada do safety car na pista. Dessa forma, poderia ajudar Alonso, que acabara de abastecer o carro, antes dos demais pilotos.
 

O brasileiro acabou colidindo com o muro de proteção na 13.ª volta e Alonso venceu a corrida, surpreendendo a todos por apresentar uma estratégia ousada. Apesar da batida suspeita, Nelsinho negou na época a suposta farsa.
 

O acidente alterou o rumo daquela corrida, que era liderada com folga pelo brasileiro Felipe Massa. Com a entrada do safety car, o piloto da Ferrari foi para os boxes onde teve problemas com a mangueira do combustível. O incidente no pit stop acabou com as chances de vitória do brasileiro.

iniciaCorpo("15;12;16;13;17;14;18;15"); iniciaCorpo("15;12;16;13;17;14;18;15");

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE