PUBLICIDADE
Caarapó

“Lei Seca” entra em vigor em Caarapó, e gera polêmica

Policiais, Promotora e Conselho Tutelar, fecham estabelecimentos e prendem comerciantes na primeira noite de fiscalização da "Lei Seca" em Caarapó

| CAARAPONEWS


 

 

As polícias Militar e Civil de Caarapó, junto com a promotora de justiça Fabricia Barbosa Lima e o Conselho Tutelar de Caarapó, agiram durante a noite de sábado (21), fechando estabelecimentos que comercializavam bebidas alcoólicas após a meia-noite, com base na “Lei Seca” que passou a vigorar no município desde a última quinta-feira (19), também foram detidos e encaminhados à delegacia, comerciantes que teriam vendido bebidas a menores.

Nem a tradicional Festa da Comunidade São Cristóvão escapou da fiscalização e teve que parar de vender bebidas alcoólicas e retirar os menores presentes no local, fato esse que gerou protesto das pessoas presentes no evento que chegaram a vaiar a ação.

 Entenda a Lei

A lei, dispõe sobre o horário de funcionamento dos bares e similares no município, que funcionarão de domingo à domingo, das 06:00 às 24:00 horas. Para efeitos da Lei, ficam definidos como bares e similares os estabelecimentos nos quais, além da comercialização de produtos e gêneros específicos a esse tipo de atividade, haja venda de bebidas alcoólicas para consumo imediato no próprio local, tais como clubes, danceterias, conveniências, conveniências de Postos de Combustíveis, restaurantes, pizzarias, feiras-livres e traillers.

Para os eventos similares, nos quais serão comercializadas bebidas alcoólicas, com duração não superior a quinze dias, terão licença especial de funcionamento, expedida pelo órgão municipal competente. (foto Konectados.com)


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE