PUBLICIDADE
Caarapó

Câmara retorna do recesso

A Câmara Municipal de Caarapó reabriu os trabalhos legislativos do exercício 2007, ontem, em sessão ordinária.

| CLAUDIO XAVIER


  A Câmara Municipal de Caarapó reabriu os trabalhos legislativos do exercício 2007, ontem, em sessão ordinária, com início às 8h. A sessão contou com a presença do prefeito Mateus Palma de Farias (PR), secretariado municipal, autoridades, lideranças e comunidade local.

 O presidente Aparecido dos Santos (PR), em seu pronunciamento, frisou que “o início de ano legislativo tem um aspecto quase que comemorativo, com ares retrospectivos por vários motivos, pois é o começo do ano, quando analisamos o que foi feito e tomamos por base todo trabalho realizado não só por parte da presidência anterior, mas também por todos os membros que compõem a Casa, sejam vereadores, sejam funcionários, enfim todos que direta ou indiretamente colaboraram para um resultado positivo ao final de um exercício”.

 Salientou, ainda, que os resultados dos trabalhos apresentados, que consideramos positivos, não são alcançados por uma só força, mas sim por várias pessoas que estão envolvidas num projeto de desenvolvimento do município.

 “Cada um, indistintamente, tem a convicção que, no final de 2007, ao olhar para traz verá que o caminho percorrido foi, novamente, de sucesso e êxito, fatores que renovam a energia e motiva o vereador a colocar em prática as ações que impulsionem Caarapó a um lugar de destaque”, enfatizou Cido Santos, chamando a atenção das autoridades estaduais para o potencial sócio-econômico do município. O vereador lembra que, a presidência da Câmara é temporária e deve ser administrada com a participação de todos os colegas.

 “É importante a união de todos, o que se tem conseguido manter e, sem dúvida, uma das responsáveis pelo bom ambiente de trabalho e pelos resultados obtidos”, reafirma. Cido adianta que, a exemplo de 2006, também deve manter ações da gestão anterior como, por exemplo, a devolução do duodécimo.

 “Já determinamos que, após o pagamento de todos os compromissos da Casa, seja devolvida aos cofres públicos a primeira parcela do duodécimo, no valor de R$ 15 mil”, ponderou, comentando que, “a preocupação, agora, é de manter este clima harmônico entre os poderes Legislativo e Executivo, com a finalidade de impulsionarmos o desenvolvimento de Caarapó”.

 Mateus de Farias destacou da importância do convívio harmônico, o que considera fundamental ao crescimento do município. “Este bom relacionamento demonstra que o regime democrático, dentro do cenário político municipal, tem prevalecido, principalmente, pelo respeito e transparência”, disse o prefeito, frisando que, “com esta nova presidência da Casa, também, esperamos trabalhar juntos, para garantir um futuro promissor para Caarapó e sua população”.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE