PUBLICIDADE
Política

Promotores são acusados de ser tendenciosos contra Zeca do PT

| CAMPO GRANDE NEWS


Cinco promotores e um procurador de Justiça deverão ser investigados após investigarem o ex-governador José Orcírio Miranda dos Santos (Zeca do PT). A determinação é do Ministério Público Estadual (MPE), através de uma portaria.
  A portaria cumpre determinação do Conselho Nacional do Ministério Público.  Conforme ato do procurador-geral de Justiça, Miguel Vieira da Silva, a comissão será composta pelos procuradores Silvio Cezar Maluf, Wilson Fortes e Anízio Bispo dos Santos. A presidência será deste último, atual corregedor-geral do MPE.


O grupo vai investigar os promotores Gilberto Robalinho da Silva, Marcus Fernandes Sisti, Clóvis Amauri Smaniotto, Silvio Amaral Nogueira de Lima e Jiskia Sandri Trentin e o procurador de Justiça, Marcos Antônio Martins Sottoriva.


Eles estão sendo investigados por terem sido tendenciosos na investigação do petista. O grupo ajuizou 14 ações criminais e nove administrativas contra Zeca do PT. O MPE teria comprovado o desvio de R$ 4,7 milhões.


Zeca do PT alegou ser alvo de perseguição e até ajuizou ação de indenização contra o Estado. Já Sottoriva afirmou que a investigação é normal.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE