PUBLICIDADE
treta

Luciana Gimenez pede indenização de Kajuru após receber ofensas

| RD1


Luciana Gimenez espera receber indenização de Kajuru (Imagem: Reprodução – GNT – Jovem Pan / Montagem – RD1)

A polêmica entre Luciana Gimenez e o senador Jorge Kajuru (Cidadania–SP) continua. A novidade da vez é que a apresentadora espera receber em processo que abriu contra o ex-apresentador um total de R$ 40 mil de danos morais, após receber diversos insultos.

A informação é do colunista Léo Dias, do Metrópoles. O processo foi aberto após uma entrevista que o famoso deu para o programa Na Lata, com Antônia Fontenelle, no YouTube, em março deste ano.

“Sobre a Luciana Gimenez, eu não tenho nada a falar. Não falo sobre mulher de programa”, disparou o político. “Kajuru, estamos ao vivo! Não me mata do coração!”, implorou Fontenelle. “Dane-se. Ela já me processou, pode processar de novo. É uma mulher desqualificada”, continuou. “Ai meu Deus!”, reagiu a apresentadora.

“Tanto que virou o que virou por 30 segundos com o Mick Jagger. Ou você acha que foi por amor?”, questionou Kajuru. “E ela sabe que eu sei da história toda. Ela foi contratada para ficar com o Mick Jagger”, acusou ele.

“Eu falei isso mesmo porque para mim ela não tinha respeito com os colegas. Eu trabalhei com ela na RedeTV!. Ela chegava como se fosse dona. Depois acabou se casando com um dos sócios da RedeTV!, para você ver que a vida dela sempre foi de interesse”, surpreendeu o ex-apresentador.

A primeira fala de Kajuru envolvendo o Mick Jagger foi em referência ao relacionamento que a contratada da RedeTV! teve com o vocalista da banda Rolling Stones, no fim dos anos 1990. Da relação, ela deu à luz ao primeiro filho, Lucas, hoje com 21 anos.

Após o discurso polêmico, Gimenez fez um texto publicado no Universa, do UOL, em que se defendeu da acusação e dos insultos proferidos pelo senador.

“Todos os dias mulheres são atacadas física e psicologicamente por homens machistas e misóginos e a forma que esse tipo de pessoa sorrateira usa para nos atingir e nos calar é através da honra, da estabilidade psíquica ou da nossa integridade física”, começou ela. “Foi o que aconteceu comigo recentemente”, completou.

A contratada da RedeTV! lembrou que “muitas vezes eles conseguem entrar em nossas mentes e nos quebrar em vários pedaços” e ressaltou que “mais uma vez vamos lá e recolhemos nossos caquinhos, porque somos resilientes. Mas isso precisa acabar”, desabafou.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE